Madagáscar: Levar um pouco de alegria, atenção e esperança aos meninos travessos de Anjanamasina

Anjanamasina é um subúrbio da capital do Madagáscar, Antananarivo, onde os salesianos, a convite das autoridades prisionais, oferecem ajuda ao centro estatal de reeducação, que acolhe mais de uma centena de crianças e jovens – número que, infelizmente, está em constante crescimento. É uma realidade delicada e complexa de gerir, na qual convivem aqueles que cometeram crimes, aqueles cuja única culpa é viver na rua por não contar com o apoio da família e também menores e jovens indisciplinados, com os quais as famílias não sabem lidar. O centro é popularmente conhecido por “Casa para meninos travessos” (Trano zaza maditra).

Há anos, todos os domingos e feriados, os salesianos distribuem as refeições e dedicam-se à animação na prisão por meio de atividades musicais, teatrais e desportivas, bem como à formação espiritual, com a celebração da Santa Missa e dos Sacramentos, Catecismo e projeções de caráter religioso e educativo, continuando a herança de Dom Bosco, que fazia o mesmo em Turim. Com sua presença, os missionários fazem com que estes jovens se sintam amados e importantes para alguém, e não um peso que é necessário descartar.

Este serviço é mais necessário do que nunca, num país que – devido à crise sociopolítica e económica que se arrasta há anos – vê muitas crianças e jovens sobreviverem sem uma rede familiar sólida, permanecendo à margem da sociedade e alimentando-se graças a pequenos artifícios. O desemprego e a precariedade económica levam muitos pais a considerarem a educação dos filhos como uma questão secundária perante a necessidade de ter acesso a alimentos e a suprir as necessidades diárias: o trabalho infantil tornou-se, por isso, um flagelo cada vez mais difundido e o fenómeno dos meninos de rua aumenta constantemente. A percentagem da população que vive abaixo da linha da pobreza explodiu, chegando a 92%!

Leia também  Índia: “Um ato de Fé na Divina Providência”

No passado, a Procuradoria Missionária Salesiana de Turim, “Missioni Don Bosco”, já se tinha interessado duas vezes em apoiar as atividades salesianas em Anjanamasina, garantindo o almoço dominical e as atividades recreativas e desportivas destes menores, que não têm ninguém que cuide deles.

Hoje as necessidades destas crianças continuam as mesmas, porque o número de menores carentes aumentou.

Artigos Relacionados