fbpx

Dom Bosco viu na Comunicação Social um meio indispensável ao anúncio do Evangelho. Desde o início da sua obra, dedicou-se à edição e promoção de pequenas publicações nos campos da evangelização, do ensino da religião e da educação.

Os Salesianos, na linha do seu fundador, continuam a privilegiar o setor da Comunicação Social através de uma editora no mercado português desde 1947, três livrarias no Porto, em Lisboa e em Évora, uma rádio e várias publicações.

Boletim Salesiano

O Boletim Salesiano foi fundado por São João Bosco em 6 de fevereiro de 1877 como meio de comunicação com os cooperadores da obra por ele fundada em 1859 em Itália, a Sociedade de São Francisco de Sales.

Em fevereiro de 1902, o Boletim Salesiano, que já se publicava em várias línguas além da italiana, começou também a ser editado em português, com redação e administração em Turim e destinado a Portugal e ao Brasil. É impresso na Tipografia Salesiana S. Benigno Canavese, em Turim, Itália.

Com o crescimento da presença dos Salesianos em Portugal, a redação e administração do Boletim Salesiano passam para a Província Portuguesa.

Ao longo dos seus 116 anos de história o Boletim Salesiano foi produzido nas várias de Oficinas de Composição e Tipografia instaladas nas obras salesianas: Oficinas de São José em Lisboa, Colégio dos Órfãos do Porto, Gráfica de Santa Clara em Vila do Conde, Escola Salesiana Imaculada Conceição no Porto. Hoje é produzido externamente.

Em 1946 Dom Bosco foi declarado patrono dos editores católicos.

O Boletim Salesiano é atualmente publicado em 66 edições e 31 línguas, com tiragem total anual estimada em mais de 8,5 milhões de exemplares.

A edição portuguesa tem uma tiragem média próxima dos 13.000 exemplares, distribuídos por assinatura para Portugal, Europa, África, América e Ásia.

Bússola

O Bússola é o jornal digital da Equipa de Pastoral Vocacional da Província Portuguesa da Sociedade Salesiana. Chega todos aos meses às caixas de email dos subscritores.

Edições Salesianas

Fundada em 1947 as Edições Salesianas é uma editora católica, fiel ao carisma de S. João Bosco, especializada em catequese e pastoral juvenil. Com lojas próprias nas cidades do Porto, Lisboa e Évora e presentes nas principais livrarias católicas portuguesas. O catálogo das Edições Salesianas aposta sobretudo na educação e evangelização, propondo materiais sobretudo na área da catequese.

O sector do audiovisual, sobretudo para apoio à catequese, sempre mereceu a atenção da editora salesiana que é uma referência nacional nas áreas da catequese e da animação pastoral.

Uma das publicações mais conhecidas das Edições Salesianas entre o grande público é o Cavaleiro da Imaculada, distribuído mensalmente desde 1960 a perto de 100.000 leitores.

Em Linha

“Em Linha” é a newsletter oficial do Movimento Juvenil Salesiano (MJS) em Portugal e é promovida pela Delegação Nacional Salesiana de Pastoral Juvenil. Com notícias, reflexões e textos formativos, é um importante recurso para jovens e animadores juvenis.

Em 2020, o “Em Linha” chegou ao Instragram e passou a ser editada exclusivamente nesta rede social. Uma inovação importante que procura levar o “Em Linha” a onde os jovens estão.

Juvenil 2.0

A Juvenil 2.0 é uma revista exclusivamente digital para adolescentes que aborda a atualidade e os interesses dos jovens de hoje. Está presente num site próprio e nas redes sociais. A Juvenil 2.0 é a evolução da natural da Revista Juvenil que em 2016, ao fim de 49 anos de edição contínua, abraçou as novas plataformas de comunicação.

Newsletters

Numa tentativa de desmaterialização, ao mesmo tempo que procuramos reforçar a comunicação com os diversos públicos, os Salesianos apostaram na criação e envio de newsletters variadas, como o Boletim Salesiano Hoje, uma newsletter informativa, que sai à terça e à quinta, com notícias da Congregação e da Igreja em geral.

Rádio

A Rádio Juventude Salesiana, emite atualmente em Vila Real em 90.2 e 99.0 FM.

Dom Bosco e a Comunicação

Patrono dos editores católicos

S. João Bosco, sacerdote italiano que fundou em 1859 em Itália a Congregação Salesiana com o nome de Sociedade de S. Francisco de Sales, esteve na vanguarda da edição nos campos da evangelização, do ensino da religião e da educação. No final de 1861 mandou colocar num local do Oratório de Turim duas máquinas de rodas e uma prensa e juntou um pequeno grupo de alunos. Numa mesa colocou um maço de folhas impressas de um livro, e para um dos alunos disse: «Tu vais ser encadernador!» Dom Bosco anima os jovens: «Vereis! Teremos uma tipografia, duas tipografias, dez tipografias». E assim foi: a mais antiga tipografia de Turim, que atingiu fama internacional e correu várias exposições na Europa, foi por ele fundada, e chegou a comemorar 150 anos de atividade (2012).

Nas oficinas de tipografia, dos primeiros ofícios que ensinou, formou muitos profissionais, tipógrafos e encadernadores. Em Portugal muitos deles saíram das Escolas Salesianas.

O Pe. Aquiles Ratti, futuro Papa Pio XI, conhece Dom Bosco em 1883 numa visita que faz a Turim para conhecer a obra de que tantos falavam. Uma das oficinas interessa muitíssimo ao visitante: a tipografia. Em 1937, Pio XI entrega a Tipografia Vaticana da Cidade do Vaticano aos Salesianos, que ainda hoje mantêm a direção.

Em 1946 Dom Bosco foi declarado patrono dos editores católicos.