fbpx

Salesianos do Funchal começaram 3.º período com aulas em videoconferência

Salesianos > Estamos contigo > Informa-te > Salesianos do Funchal começaram 3.º período com aulas em videoconferência

O terceiro período escolar nos Salesianos do Funchal começou no dia 14 de março para os 820 alunos e 66 docentes, mas à distância e com aulas em videoconferência. A escola adaptou horários e conteúdos, e diariamente professores e alunos participam em sessões de trabalho de 30 minutos por disciplina na plataforma “Zoom”. Para além das aulas, os alunos complementam a aprendizagem com trabalho individual, com conteúdos da “Escola Virtual” e do projeto “#EstudoEmCasa” do Ministério da Educação. A escola programa sessões diárias de esclarecimentos de dúvidas através do “Zoom”, e usa ainda o telefone e o e-mail para o contacto com os alunos.

Os Salesianos do Funchal, com o apoio da Fundação Salesianos, da Direção Pedagógica e dos professores de Tecnologias da Informação e Comunicação, prepararam o regresso às aulas durante as férias escolares da Páscoa. Os docentes receberam formação para o uso das plataformas tecnológicas, prepararam materiais para as aulas e estabeleceram com alunos e encarregados de educação o novo modelo de aulas para o terceiro período.

O Diretor Pe. José Jorge, sdb, afirma que “houve um grande empenho da Direção Pedagógica, dos Diretores de Turma e dos docentes”. “Este é um grande desafio que está a ser muito exigente para os professores, e, mesmo havendo algumas dificuldades, temos razões para estar felizes. Diria que apesar das circunstâncias difíceis está a correr muito bem”, refere.

Nas reuniões do Conselho Pedagógico a avaliação tem sido positiva e a comunicação com os pais reporta essa satisfação.

O Pe. José Jorge leciona a disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica aos alunos do Primeiro Ciclo e observa na sua experiência que a adaptação está a ter sucesso. “Os alunos estão a demonstrar uma grande disciplina e os pais estão satisfeitos”.

O ensino à distância e por meios telemáticos foi programado de forma a acomodar as necessidades das famílias, que muitas vezes têm várias crianças e jovens no agregado e em que os pais também se encontram em teletrabalho e não dispõem de computadores para todos. Assim, as aulas para os vários níveis de ensino foram distribuídas por blocos em períodos do dia diferentes que permitem aos pais organizar-se segundo as suas necessidades. No universo de 820 alunos, a direção e os professores conseguiram suprir a falta de computadores e câmaras para que todos os alunos pudessem começar as aulas no início do 3.º período.

Os Salesianos do Funchal mantêm ainda os apoios pedagógicos em português e matemática, o apoio psicopedagógico e o acompanhamento aos alunos com necessidades especiais.

Artigos Relacionados