Salesianos Cooperadores, Caminho de Santidade

III Congresso dos Salesianos Cooperadores decorreu em Fátima no dia 22 de setembro, reunindo salesianos cooperadores, delegados e delegadas locais, representando 16 dos 20 centros locais existentes na Província.

Decorreu, em Fátima, na Casa de Nossa Senhora das Dores, a 22 de setembro, o III Congresso dos Salesianos Cooperadores da Província Portuguesa com o tema: “A vocação do Salesiano Cooperador, caminho de santidade”. Este encontro da Família Salesiana (FS) contou com a participação de 86 salesianos cooperadores, delegados e delegadas locais, representando 16 dos 20 centros locais existentes na nossa Província. Estiveram presentes o Conselheiro Mundial dos Salesianos Cooperadores (SSCC) para a Região Ibérica, Raúl Fernández, o Delegado Regional da FS para a Região Ibérica, Pe. Luís Fernando Alvarez, e a Delegada Regional da FS para a Região Ibérica das Filhas de Maria Auxiliadora, Ir. Isabel Perez.

Em vista do novo ano pastoral que agora se inicia, enriquecido pelo Sínodo dos Bispos sobre os jovens, o apelo à santidade da Exortação Apostólica Gaudete et exsultate do Papa Francisco e pelo Capítulo Provincial dos Salesianos de Dom Bosco, (a decorrer entre 27 e 29 de dezembro próximo e entre 15 e 17 de abril do próximo ano), a preparação deste III Congresso – o mais participado de todos – contou com um grande trabalho de animação e participação de reflexões e sugestões do Conselho Nacional dos SSCC, dos seus delegados e do Provincial dos Salesianos, Pe. José Aníbal Mendonça.

Depois do acolhimento, iniciou-se a apresentação do tema do congresso pelo provincial, que tendo por base a Exortação Apostólica Gaudete et exsultate do Papa Francisco, destacou algumas reflexões sobre como viver a santidade no mundo de hoje.

Seguiu-se a reflexão do Pe. Joaquim Taveira, Delegado Nacional da FS, sobre “O Centro local, Comunidade de referência dos SSCC”, que sublinhou aspetos importantes a ter em conta nos grupos locais, nomeadamente, a diversidade dos destinatários, a urgente revitalização dos grupos, a definição do papel do coordenador e do delegado.

Leia também  Salesianos iniciam presença em Setúbal

Raúl Fernández abordou o tema “A importância do Congresso Provincial na vida associativa da Província”.

A coordenadora provincial, Maria José Barroso, apresentou a planificação pastoral para este ano e abordou alguns pontos importantes relacionados com a vida dos centros. A vogal da Formação, Maria Ana Martins, destacou o tema “A Formação, uma exigência da nossa identidade”, reforçando a importância e a responsabilidade dos conselhos locais nesta matéria.

O congresso terminou com a celebração eucarística presidida pelo Provincial dos Salesianos e concelebrada por todos os sacerdotes salesianos presentes.

Falar da importância deste congresso é salientar a necessidade que os Salesianos Cooperadores têm, como cristãos, de aprofundar a sua vocação salesiana como resposta cristã credível no mundo de hoje em que nos é pedida a santidade de vida, como exigência do nosso batismo.

No início deste novo ano pastoral peçamos ao Senhor que nos congregue neste caminho de santidade, nos envolva com o seu amor e nos conceda a graça de sermos sinais, testemunhas e portadores do seu amor a todos, sobretudo aos jovens. 

Publicado no Boletim Salesiano n.º 571 de Novembro/Dezembro de 2018

Artigos Relacionados