Está a nascer uma nova missão em Huambo

Em Angola está a ser criada uma nova missão em Huambo. É a primeira comunidade salesiana na região.

Em 2021 os salesianos celebraram 40 anos de presença em Angola. Só na capital, Luanda, já são oito as frentes salesianas (paróquias, oratórios e casas de acolhimento), dando preferência às faixas de população mais humildes. Mas, fora da capital – cidade moderna onde convivem os arranha-céus no centro da cidade e a pobreza extrema dos bairros periféricos – há também a Angola das zonas rurais, onde as pessoas vivem da agricultura de subsistência, de pequenos trabalhos diários, de pequenos negócios.

É esta a realidade onde, desde o mês de agosto de 2021, os salesianos estão a criar uma nova missão na periferia de Huambo, a 600 km de Luanda. Convidados pelo Arcebispo local, Dom Zeferino Zeca Martins, SVD, três salesianos – um uruguaio, um vietnamita e um angolano, natural de Huambo, com uma média de idade de 43 anos – iniciaram a primeira comunidade salesiana da região.

Ajudados por sete voluntários, nestes primeiros meses os salesianos estão empenhados na animação pastoral local. No território da paróquia estima-se que vivam perto de 100.000 pessoas, e que à volta da missão existam pelo menos 15 vilas. No futuro próximo pretende-se ampliar a oferta, sobretudo para dar oportunidade de crescimento a crianças, jovens e mulheres, e introduzir uma educação de tipo técnico-profissional, nas áreas da agricultura e da criação de gado.

As propostas educativas são muitas e ambiciosas. Pensa-se em começar: uma escola primária, cursos de alfabetização para perto de 2.000 mulheres, uma rede de oratórios capaz de acolher cerca de 5.000 crianças das várias vilas…

Leia também  Capítulo Geral 28: A Urna de Dom Bosco

A pequena comunidade salesiana é guiada pelo Pe. Santiago Christofersen, em estreito contacto com o Provincial da Visitadoria de Angola, Pe. Martín Lasarte. As necessidades de uma nova missão são muitas: a começar pela construção de instalações, compra de mobília e maquinarias, e pelo exigente trabalho de inserção no contexto social. Há certamente muito por fazer, mas o caminho empreendido é o certo.

Publicado no Boletim Salesiano n.º 590 de Janeiro/Fevereiro de 2022

Torne-se assinante do Boletim Salesiano. Preencha o formulário neste site e receba gratuitamente o Boletim Salesiano em sua casa.

Faça o seu donativo. Siga as instruções disponíveis aqui.

Artigos Relacionados