fbpx

Noviços fazem Primeira Profissão Religiosa

Salesianos > Notícias > Noviços fazem Primeira Profissão Religiosa

Terminou a 8 de setembro, a preparação que levou 19 jovens a integrarem a Congregação Salesiana.

Provenientes da Espanha, Itália, Hungria, Croácia e Portugal (Fabrício Lima Souza), os rapazes foram orientados, durante um ano, pelo padre Raffaele Panno, Mestre do noviciado.

Na igreja paroquial de Genzano, Roma, repleta de jovens, os dezanove novos salesianos foram recebidos pelo Reitor-Mor, P. Ángel Fernández Artime, na presença dos superiores das Inspetorias a que pertencem e mais de 80 sacerdotes concelebrantes.

Durante a homilia, o Reitor-Mor expressou um sincero agradecimento a esta circunstância que enriquece a Igreja e a Congregação: Graças a Deus, aos pais, às famílias e aos jovens que responderam generosamente ao chamado de Deus colocando-se a serviço dos jovens mais pobres. Em seguida, dirigindo-se especificamente aos pais, completou dizendo que eles não perdem um filho, o ganham para toda a vida.

O Padre Fernández Artime incentivou os novos irmãos por esta nova opção de vida, que leva a superar todas as formas de mediocridade “porque a vida cristã, quando vivida com mediocridade, é uma farsa”. “Vocês escolheram usar a veste branca como um sinal de batismo, que expressa essa transformação, o início de uma nova vida em Cristo Jesus. Belíssimo! Mas saibam que, a partir de agora, vocês terão de usá-la sempre e em todo lugar, em casa, na rua, no quintal, na sala de aula, na igreja, no mundo digital… sempre e em toda parte! Isto será o viver a radicalidade evangélica exigida pelo Capítulo Geral 27”.

“Hoje vocês fazem a profissão religiosa, que consiste em responder positivamente ao apelo feito por Deus Pai para seguir Jesus mais de perto e deixar-se guiar pelo Espírito Santo. Hoje vocês pronunciam as palavras fundamentais sobre vossas vidas completamente oferecidas a Ele. Hoje vocês se comprometem a doar todas as energias para a missão salesiana, ou seja, aos jovens mais pobres; a viver em comunhão fraterna e, como Jesus, obedientes, pobres e castos. Enfim, hoje vocês empenham-se solenemente a estar disponíveis e serem verdadeiramente livres de tudo, até de vocês mesmos, para se tornarem verdadeiros discípulos missionários dos jovens”.

Por fim, referindo-se ao hino composto no ano de noviciado, o Reitor-Mor concluiu: “No hino de noviciado vocês dizem que ‘são como todos os outros, mas Jesus pede-vos um passo à frente’. Façam isso! E nós oraremos e oraremos para que este passo de encontro, transformação e fecundidade nos frutos abundantes seja fiel e rico para os jovens que esperam por vocês”.

Artigos Relacionados