Itália, Milão: Grupo de jovens recolhe, repara e oferece computadores para ensino à distância

Emanuel, Jacopo, Matteo e Pietro, quatro jovens milaneses de 18 anos, criaram a plataforma PC4U.tech que liga estudantes que precisam de um dispositivo para o ensino à distância com pessoas ou empresas com equipamentos usados para doar. Pelo projeto, receberam agora o título honorífico “Alfieri della Republica”, atribuído pelo Presidente da República italiana a cidadãos menores nascidos ou residentes em Itália que se distingam no campo da cultura, ciência, arte, desporto ou serviço voluntário.

Desde o início da iniciativa, no primeiro confinamento em 2020, até agora já entregaram 500 equipamentos. Uma iniciativa importante num país, como a Itália, onde 33,8% das famílias não têm um PC ou tablet em casa e 57% das crianças têm de partilhar apenas um computador com a família.

Pietro Cappellini, aluno do quinto ano de Produção Gráfica no Instituto Técnico dos Salesianos, Emanuele Sacco, finalista de Ciências Aplicadas no liceu científico dos Salesianos, Matteo Mainetti e Jacopo Rangone acreditam que “a didática digital deve ser um direito de todos”.

“Fazemos tudo nós: recebemos os computadores, verificamos com a ajuda da rede Informáticos Sem Fronteiras e depois entregamos a quem precisa”, explica Pietro que, terminado o percurso no Instituto dos salesianos, gostaria de inscrever-se em Design da Comunicação no Politécnico.

“Este título é uma satisfação imensa, mas maior ainda é a felicidade de ver as pessoas que se comovem quando recebem um PC de presente. Lembro-me do Peter, aluno da escola primária, que tinha chegado há pouco do Egito. Com o PC pôde seguir as aulas e conhecer os seus novos colegas”, sublinha Emanuele que, depois do liceu, fará Engenharia Física no Politécnico.

Leia também  Salesianos de Manique celebraram Festa da Santidade Juvenil

“A pandemia colocou famílias e escolas frente a frente com a questão da divisão digital. A Pc4u não é certamente a única iniciativa de solidariedade que ganhou vida nesta época difícil. Mas os jovens promotores foram capazes de dar uma finalidade ao seu trabalho concreto: o objetivo esperado é o de reduzir o fosso entre os que têm mais e os que têm menos”, justificou a Presidência na argumentação para a atribuição dos títulos de “Alfieri della Republica”.

Publicado no Boletim Salesiano n.º 586 de Maio/Junho de 2021

Artigos Relacionados