fbpx

Congresso Internacional de Pedagogia Salesiana: “sabores” do sistema educativo salesiano

Salesianos > Notícias > Congresso Internacional de Pedagogia Salesiana: “sabores” do sistema educativo salesiano

Terminou no sábado passado, dia 21 de março, o Congresso Internacional de Pedagogia Salesiana.

O Congresso Internacional de Pedagogia Salesiana terminou no sábado passado, dia 21 de março, com um agradecimento aos organizadores e conferencistas por terem demonstrado “os sabores do Sistema educativo salesiano nos diversos contextos socioculturais” – palavras do Reitor-Mor – e uma exortação a renovar o empenho por conservar e viver o tesouro do Sistema Preventivo herdado de Dom Bosco.

Depois das intervenções dos dias anteriores e da última sessão de trabalhos feita na manhã de sábado no Salesianum, em Roma, o Congresso Internacional terminou com a celebração da Santa Missa presidida pelo Reitor-Mor, Pe. Ángel Fernández Artime, o qual, na homilia, fez um resumo do congresso, motivado pelo bicentenário de nascimento de Dom Bosco.

A partir da liturgia do dia e da leitura de Jeremias, o Pe. Artime sublinhou que enquanto o espírito do mundo procura “derrubar” o justo, os membros da Família Salesiana, por vocação, são chamados a ser como os camponeses que preparam a terra e ajudam a desenvolver a vida. “Somos guardas do crescimento da vida!” – disse.

A seguir, evocou Dom Bosco “profundamente humano” e “profundamente de Deus”, indicando-o ainda hoje como modelo de educador para toda a Família Salesiana.

O Pe. Fernández Artime recordou em seguida que “o nosso sistema educativo é substancialmente evangelizador”. Em alguns contextos, sem dizer, quem sabe, textualmente a palavra ‘Jesus’, mas sempre testemunhando a vida, com os valores do Evangelho, com doação total. E, onde for possível, anunciando Jesus “explicitamente e com a força de pessoas apaixonadas pelo Senhor da Vida, pelo Crucificado e Ressuscitado por nós”.

Outro tópico foi o de estar com os jovens e para os jovens, “sinal, expressão e sacramento do amor de Deus, que nos dá um nome, uma história, uma missão; e que nunca esquece quem somos”, à diferença de tantas situações e realidades do mundo, que procuram menosprezar, anular e fazer perder a própria identidade aos jovens.

Concluindo, o Reitor-Mor fez duas citações: a do Pe. Alberto Caviglia, SDB, dos anos 30 do século passado, que define o Sistema Preventivo de Dom Bosco, como o seu “título antonomástico”, como também “a bondade feita sistema”; e uma expressão do Pe. Duvallet, no Encontro Europeu Salesiano sobre o Sistema educativo de Dom Bosco, em 1974, que, referindo-se ao Sistema Preventivo, disse: “Deus vos confiou uma pedagogia em que triunfa o respeito pelo jovem: na sua grandeza e na sua fragilidade, na sua dignidade de filho de Deus. Conservem-na, renovem-na, rejuvenesçam-na, enriqueçam-na com todas as descobertas modernas, adaptem-na a essas criaturas e aos seus dramas que Dom Bosco não pôde conhecer. Mas, pelo amor de Deus, conservem-na! Mudem tudo; percam, se for o caso, as mesmas Casas. Mas conservem este tesouro!”.

Artigos Relacionados