Carlos Dias A Comarca de Arganil

“A escola não é ‘aulário’”

Num texto de opinião publicado na coluna do semanário A Comarca de Arganil, Carlos Dias reflete sobre o ensino à distância e as dificuldades que este impõe à escola, recorda o dia a dia da escola salesiana do Porto e a memória dos vários salesianos que fizeram da escola um espaço aberto ao mundo.

No artigo de opinião, o antigo professor de Artes do Colégio dos Órfãos do Porto, hoje Salesianos do Porto, recorda os ensinamentos dos Padres Manuel Magalhães, Antero, Ernesto, Delfim Santos, Joaquim Mendes e Maurício Pinho.

“Lembro que o saudoso Padre Maurício Pinho, diretor do colégio na viragem do século XX para o século XXI, dizia [numa] conversa de sala de professores que uma escola não era um ‘aulário’. É de escola que estamos hoje privados. […] O colégio foi escola onde recebemos os poetas Eugénio de Andrade, Manuel António Pina, Regina Guimarães, Saguenail, Nuno Higino; […] os atletas Rosa Mota e Fernando Gomes e o músico Pedro Abrunhosa; [o] encenador João Paulo Seara Cardoso [e] Manuel Nemésio, escritor e filósofo […]. Hoje, os professores estão confinados a um computador mas continuam a dar o seu melhor […]. A eles o nosso muito obrigado, o nosso agradecimento e louvor, pois também são eles os heróis de hoje e de sempre, particularmente destes tempos”.

Artigos recentes

Salesianos e voluntários na vila xavante de Santa Fé dão apoio médico e alimentar
29 de Setembro, 2022Por
Comunicado
29 de Setembro, 2022Por
Canonização de Artémides Zatti: “site”, lema e logótipo
29 de Setembro, 2022Por
Timor-Leste: Alunos do Centro de Formação Dom Bosco de Comoro recebem diploma
29 de Setembro, 2022Por

JMJ Lisboa 2023
WYD DON BOSCO 23
O MJS já está a caminho da Jornada Mundial da Juventude

Saber mais

Próximos eventos

Não há nenhum item que corresponda aos seus critérios de pesquisa. Por favor, tente novamente com palavras-chave diferentes.

Artigos Relacionados