fbpx

Início da presença salesiana no Funchal

Com a chegada dos Salesianos ao Funchal, no Arquipélago da Madeira, a 25 de outubro de 1950, a Escola de Artes e Ofícios ganha uma nova “alma”. Em janeiro de 1951, o BS dava nota da atividade imediatamente iniciada, com o teatro e a criação da Banda de música, a envolvência de Salesianos Cooperadores e a divulgação das Edições Salesianas na ilha.

«Temos 65 alunos internos, 20 externos, mais 80 que recebem alimentação e algum vestuário, e mais 100 oratorianos.

A Festa da Imaculada Conceição atingiu extraordinário brilho. A nossa capela encheu-se de rapazes e adultos, admirando a linda imagem de Nossa Senhora Auxiliadora, a Padroeira especial dos Salesianos. Houve missa cantada e jantar melhorado para os rapazes.

O nosso teatro – magnífico instrumento do nosso sistema educativo – obteve grande sucesso. Estamos a ensaiar o drama “Mocidade Heróica”, do Rev.º P. Bartolomeu Valentini, S.D.B., para representar no Liceu.

Os nossos rapazes já cantam hinos e outros cantos a 4 vozes e em breve estrear-se-á a Banda de música.

Foi entusiástica a recepção feita aos Reverendos Padres António Candela, Visitador Extraordinário, e Agenor Vieira Pontes, Inspector […]. Nesta discursou o Rev.º Director Dr. José Maria Alves, que saudou os Cooperadores Salesianos da Madeira, a quem comunicou o plano de aumentar as instalações […] para alargamento da assistência a tantos rapazinhos necessitados. As Edições Salesianas estão tendo grande expansão nesta ilha».

1957: Fotografia do grupo de alunos com os salesianos Manuel Lopes, Baltazar Baratti, David Bernardo, Albino Borges, Bartolomeu Valentini, Armando Monteiro, João Machado, Luís Vachan, Adérito Duarte, António Fraga e António Rodrigues (7.ª fila da esquerda para a direita)
Visita: Visita do Bispo do Funchal, D. David de Sousa, em fevereiro de 1963. Atrás o Cónego Maurílio Gouveia, o Pe. João Vieira e o Diretor Pe. Germano Botelho
Oficinas: Bênção das novas máquinas das Oficinas de Tipografia e de Mecânica, 11 de julho de 1965
Vista do edifício central

Publicado no Boletim Salesiano n.º 582 de Setembro/Outubro de 2020

Artigos Relacionados