Alunos dos Salesianos de Lisboa participam no “European Astro Pi Challenge” e recebem imagens da Estação Espacial Internacional

Os alunos dos Salesianos de Lisboa já estão a receber imagens da Estação Espacial Internacional (ISS, International Space Station) através dos projetos apresentados no European Astro Pi Challenge.

O European Astro Pi Challenge oferece aos jovens a incrível oportunidade de conduzir investigações científicas no espaço, escrevendo programas de computador que correm nos computadores Raspberry Pi a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS, International Space Station).

Este ano, o European Astro Pi Challenge recebeu mais 88% de inscrições para o Mission Space Lab em comparação com o ano passado. Durante a Fase 1, 799 equipas enviaram ideias para experiências. Quinhentas e duas equipas prosseguiram para a Fase 2, com base na qualidade das suas ideias. 386 equipas escreveram o seu código e submeteram programas informáticos para as suas experiências durante a Fase 2 deste ano.

No site da Raspberry Pi Foundation, parceira da Agência Europeia Espacial neste projeto, pode ler-se: “Atingir o ‘flight status’, e assim avançar para a Fase 3 do Mission Space Lab, é realmente uma grande realização para as 299 equipas bem sucedidas”.

A participar pela primeira vez no European Astro Pi Challenge, os Salesianos de Lisboa, orientados pelos docentes Rui Dias e Rui Costa, de Tecnologias de Informação e Comunicação, apresentaram quatro propostas. A Missão Selene, que pretende avaliar o campo magnético da Lua no nosso planeta; a Missão Janus, que vai medir o impacto da poluição na saúde das plantas, através da recolha de imagem no espectro NIR; a Missão Hygea, que vai analisar a qualidade do ar das cidades, medindo a reflexão, ou falta dela, de luz infravermelha; e a Missão Sotera, que vai observar a desflorestação de áreas identificadas e relacionar a falta de plantas com o perigo de deslizamento de terras.

Leia também  Dia das Comunicações Sociais: A importância da escuta e do jornalismo ao serviço da verdade

Todas as missões dos alunos salesianos – Missão Selene e Missão Janus, desenvolvidas por alunos do Secundário; Missão Hygea e Missão Sotera, desenvolvidas por alunos do 3.º ciclo – passaram à Fase 3. De Portugal 11 propostas passaram a esta fase.

Os projetos começaram em janeiro e deverão terminar no final de junho, com a publicação dos resultados na Agência Espacial Europeia (ESA).

O projeto dos Salesianos de Lisboa recebeu mais 3.000 fotografias que serão agora analisadas.

Artigos Relacionados