Semana dos Seminários: seminaristas nas comunidades cristãs

Na Semana de Oração pelos Seminários, que decorre de 1 a 8 de novembro, o jornal do Patriarcado de Lisboa “Voz da Verdade” publicou um artigo sobre a experiência do trabalho pastoral nas comunidades paroquiais para os seminaristas em formação.

Um dos testemunhos é de António Matos, 31 anos, que cumpre atualmente o último ano de formação no Seminário dos Olivais.

«António Ribeiro de Matos cumpre, atualmente, o seu trabalho pastoral, quase em full time, na paróquia do Parque das Nações, em Lisboa. […] A missão “é muito trabalhar em equipa, com o prior, o Pe. Paulo, com toda a realidade paroquial, todos os agentes da pastoral, estar presente nos escuteiros, ir acompanhando a catequese e os grupos de preparação para o Crisma. É muito o dar apoio, estar presente e ir tocando as diferentes realidades”. E destaca a “gradualidade na transição entre o seminário e a vida pastoral”».

Antes de realizar o trabalho pastoral no Parque das Nações, António Matos esteve em outras paróquias. «A partir das experiências de trabalho pastoral já adquiridas, considera que o padre que há de ser “tem a marca de cada uma das paróquias” por onde passou. “Cada uma das paróquias há de ter-me marcado, de forma mais ou menos consciente, de forma diferente. Mas, claramente, vou ser um padre com a marca da paróquia de Benfica, da Ramada, do Parque das Nações, de Santo Condestável. É muito bonito pensarmos que as comunidades vão moldando o padre que havemos de ser”, considera».

Sobre o papel das comunidades cristãs no processo formativo dos seminaristas, o pároco do Parque das Nações, cónego Paulo Franco, considera ser um fator de enriquecimento. «A presença dos seminaristas na paróquia deve incidir não na oportunidade para o suprimento de algumas funções pastorais e operativas, mas “numa lógica invertida”, onde “a paróquia trabalha com o seminário na formação dos seminaristas, tornando-se um instrumento formativo na vida dos futuros padres”».

Leia também  O Sínodo dos Bispos: Os Jovens e a Tradição

António Matos pertenceu à equipa de Pastoral dos Salesianos de Lisboa, onde se revelou um elemento muito ativo e apostólico. Será ordenado diácono no primeiro domingo do Advento, a 29 de novembro.  

Artigos Relacionados