Etiópia: “Prestar apoio aos mais pobres entre os pobres”: a missão dos salesianos diante da pandemia

Para contribuir na luta contra a pandemia da Covid-19 e suas consequências sociais, as comunidades salesianas da Etiópia identificam e prestam apoio aos “mais pobres entre os pobres”, conforme expresso pelo Escritório de Planeamento e Desenvolvimento dos salesianos de Adis Abeba, capital do país.

Ajudam as crianças de rua e os idosos vulneráveis, dois grupos que geralmente dependem de caridade por parte da sociedade e se tornaram muito mais vulneráveis com a atual situação de reclusão.

As crianças de rua encontram-se numa situação muito difícil por causa do encerramento da rodoviária. Antes disso, sustentavam-se com as gorjetas que recebiam transportando as bagagens dos viajantes ou ajudando os motoristas com os passageiros. Nestes momentos de grande dificuldade, os salesianos ajudam-nas com um pouco de comida e formação, ensinando as medidas de proteção para evitar o contágio, como por exemplo, prepararem-se para comer com segurança.

Também os presos, que se encontram em prisões superlotadas, estão entre as principais linhas de ação salesiana na luta contra o Covid-19. Neste sentido, os salesianos seguem os passos de seu fundador, Dom Bosco.

O Comandante Chefe das prisões expressou a sua gratidão, comentando o quanto tem ajudado o apoio dos salesianos nas prisões. Não tinham recipientes de água suficientes para lavar as mãos, assim como máscaras, sabão e desinfetantes para impedir a propagação do vírus, mas receberam doações para melhorar a situação e, assim, evitar infeções em massa.

A ação salesiana também se concretizou no fornecimento de itens destinados à prevenção sanitária e na realização de programas de conscientização junto de 24.000 crianças e jovens dos 14 centros de educação, formal e informal, onde os salesianos atuam com vários projetos educativos e de saúde em todo o país (alguns dos quais já mencionados anteriormente).

Leia também  Celebrados os 110 anos da chegada dos Salesianos a Moçambique

Mas, como se sabe, ‘a caridade começa em casa’. E os salesianos não se esqueceram de seus funcionários e empregados que têm famílias numerosas e também foram afetados pelo aumento dos preços dos alimentos.

Os salesianos coordenam sempre as suas iniciativas com as Autoridades locais. A compra de produtos de higiene, alimentos, máscaras, entre outros, está ligada aos programas de consciencialização, que ensinam as medidas básicas de segurança procurando minimizar a propagação da pandemia.

Em todas as atividades, as comunidades salesianas organizam ações em colaboração com os administradores da estrutura local “Kebele”, com os membros do Comando “Woreda” e com a Polícia Comunitária.

Fonte: Bosco Globalmissão dos salesianos diante da pandemia

Artigos Relacionados