fbpx

O que diz D. Bosco de: Amorevolezza

Salesianos > Dossiers > O que diz Dom Bosco de... > O que diz D. Bosco de: Amorevolezza

No seu tratado sobre o Sistema Preventivo, Dom Bosco afirma que este sistema se “apoia inteiramente na razão, na religião e na amorevolezza”, palavra que se poderá traduzir por amor, amabilidade, cordialidade, carinho ou doçura, sem no entanto conseguir passar a verdadeira dimensão deste termo.

Esta amabilidade é o amor que se transmite e testemunha a alma da vida, que sustém uma relação racional e amável entre educador e educando, entre pai e filho, entre animador e jovem. Não é um simples instinto ou uma formalidade aparente mas uma forma inteligente de estabelecer relação na qual estejam em jogo o afeto, o respeito, a exigência, as boas maneiras e os gestos para com o outro. Assim, a amabilidade salesiana é familiaridade, como uma relação paterno-filial mais do que como uma relação entre irmãos, que comporta direitos e deveres, exigências e responsabilidades, dar e receber. É o carinho que tanto falta nas relações do mundo de hoje e a que o Papa Francisco chama “força revolucionária”.

A amabilidade é a expressão da caridade misericordiosa e terna. O seu exemplo perfeito é Jesus que foi amável com todos, sempre e sem reservas. Como imitador de Cristo, para Dom Bosco esta foi a sua forma de ser e de pensar, que o levou a entregar tudo pelo bem dos jovens através do seu amor educativo. Nele a amabilidade nada tinha de debilidade, cobardia ou sentimentalismo de coração mole, era sim a qualidade fundamental para ganhar o coração dos jovens.

Artigos Relacionados