fbpx

Mensagem do Reitor-Mor aos jovens de todas as presenças salesianas do mundo (2020)

Salesianos > Documentos > Mensagem do Reitor-Mor aos jovens de todas as presenças salesianas do mundo (2020)

Meus queridos Jovens, e queridas crianças de todos os lugares do nosso maravilhoso Mundo Salesiano!

A minha saudação vai hoje antes de tudo para Vocês. É claro que faço chegar o meu afeto também a todos e a cada um dos meus Irmãos SDB, Irmãs FMA, Salesianos Cooperadores, Antigos Alunos e Antigas Alunas, e a todos os demais Membros da nossa maravilhosa Família Salesiana (FS).

Queridos Jovens, escrevo-vos neste dia, 31 de janeiro, desde Valdocco. Aqui o dia já raiou… Estive, há alguns momentos, a rezar a Deus na presença da nossa Mãe Auxiliadora, e de modo particular perante a Urna do nosso Pai, Dom Bosco, e de todos os nossos Santos e Beatos, que nos acompanham na Basílica (S. Maria D. Mazzarello, S. Domingos Sávio, B. Miguel Rua e B. Felipe Rinaldi).

E falei-lhes de vocês. Pedi a Deus, pela mediação de Maria Auxiliadora e de Dom Bosco, por todos vocês, por todas as crianças, adolescentes e jovens do mundo salesiano; e também por toda a Juventude do mundo. Julgo que rezar por vocês, meus caros Jovens, é uma expressão maravilhosa de afeto e carinho. Dom Bosco sempre fez isso pelos seus Jovens e no meio deles. Também porque este quer ser o meu presente para vocês, neste lindo dia, em nome do nosso Pai.

Hoje, como noutras ocasiões, reitero o meu profundo desejo de que todos – todos e cada um dos Jovens do mundo – se sintam nas Casas salesianas como nas suas próprias casas. As portas das casas salesianas devem estar, e desejo que o estejam sempre, totalmente abertas para vocês. Também as portas dos nossos corações – o de todos e de cada um – dos Membros de nossa FS.

Hoje, como noutras ocasiões continuo a desejar, do mais profundo da alma, que como o coração de Dom Bosco batia pelos seus jovens, o coração de cada Membro da nossa FS continue a desejar estar convosco, compreendê-los no mais íntimo do vosso ser, e ser capazes de partilhar os vossos esforços, esperanças, sonhos e projetos. Dom Bosco transformou a sua predileção pelos Jovens em missão, tornando-a «a razão de ser da sua existência». Da mesma maneira, eu peço a todos nós, adultos, que os acompanhamos.

Hoje, como noutras ocasiões, quero pedir-vos que nos ajudem: ajudem cada um de nós, e a cada educador das vossas casas, consagrados e leigos, a renovar a nossa amizade e a caminhar juntos para os ideais do verdadeiro projeto de homem e mulher, do ponto de vista de Deus. Jovens e Adultos educamo-nos reciprocamente trazendo cada qual o dom do que somos. Este não é um ‘slogan’; é uma profunda convicção que nos vem do mesmo Dom Bosco. Porque também os seus rapazes fizeram que Dom Bosco se tornasse o que era para eles. Caríssimos jovens, ajudem-nos a doar-vos tudo quanto temos em nós de melhor, a crescer, a ser melhores; ajudem-nos a nunca vos desapontar.

E hoje, como noutras vezes, repito-lhes que o que temos de mais precioso e que podemos oferecer-vos não são as casas e as presenças educativas da FS em todo o mundo. O que temos de mais precioso não são as escolas, nem os edifícios, nem os ambientes desportivos, nem as universidades, nem mesmo os oratórios e os centros de acolhimento. O tesouro mais precioso que temos é Jesus Cristo, o qual nos conquistou e por Ele nos apaixonou. O que de mais precioso temos para vos oferecer é, como foi para Dom Bosco relativamente aos seus rapazes, o encontro com Deus Pai, por meio do Seu Filho, Jesus Cristo. Hoje, como foi dito outras vezes, gostaria que este sonho se tornasse realidade, todos os dias, em cada lugar, em todos os países, em todas as culturas onde estivermos, e em todas as religiões. Que possamos ajudar-vos a encontrar Deus e a n’Ele descobrir a beleza da vida que nos doou.

E citando o nosso amado Pai, Dom Bosco, desejo que todos Vocês, meus amigos e amigas, minhas caras crianças, adolescentes e jovens, sejam muito felizes, aqui e na eternidade. Sejam felizes e façam felizes as vossas famílias e todos aqueles que – todos os dias – habitam o vosso pequeno universo.

Em nome do nosso Pai, Dom Bosco, saúdo-vos a todos com todo o afeto!

P. Ángel Fernández Artime, SDB
Reitor-Mor

Artigos Relacionados