Espanha: Números que revelam o bem que se faz

Em Espanha mais de 650 obras salesianas continuam hoje o seu trabalho em favor dos Jovens, especialmente dos mais necessitados.

Perto de 188.000 jovens frequentam as diversas obras salesianas, onde recebem educação, formação técnica e… valores, apoiados por 1.635 Salesianos e Filhas de Maria Auxiliadora e por 14.500 Educadores e Colaboradores.

Escolas, centros de formação profissional, centros juvenis, projetos de intervenção social para os jovens em risco de exclusão e imigrados, paróquias, casas de acolhimento são as principais obras salesianas utilizadas para formar “bons cristãos e honestos cidadãos”, como se propunha Dom Bosco.

Trabalham em Espanha 952 Salesianos e 683 FMA. Os seus centros educativos constituem uma das redes educativas não-universitárias mais numerosas do país. Ambas as congregações dirigem e animam 138 escolas. 96.000 alunos frequentam esses centros educativos, onde trabalham 6.235 Professores. E quanto a Centros de Formação Profissional, Salesianos e FMA contam 60, com cerca de 18.700 alunos e mais de 1.400 professores. Os 134 Centros Juvenis oferecem educação de tempo livre a 42.300 entre crianças, adolescentes e jovens. São perto de 5.150 os animadores que se põem, voluntariamente, ao serviço dos mais pequenos.

O trabalho salesiano chega também aos jovens com risco de exclusão social. Salesianos e FMA estão atualmente levando avante 293 projetos sociais, através de casas de acolhimento, apartamentos de emancipação, percursos com migrantes, programas de inserção laboral, etc. São quase 29.500 os destinatários que beneficiam destas iniciativas, que gozam do apoio de perto de 1.670 educadores.

No passado outono, os Salesianos celebraram, em Madrid, o Congresso Internacional de Pastoral Juvenil e Família, parte de um percurso para tornar a família cada vez mais o autêntico sujeito da Pastoral Juvenil salesiana.

Leia também  Capítulo Geral 28: A Urna de Dom Bosco

Este ano 2018 a Família Salesiana seguirá de perto o Sínodo dos Bispos sobre “Os jovens, a Fé e o Discernimento Vocacional”. Além disso, está-se a trabalhar para desenvolver, nos ambientes salesianos, uma cultura vocacional, a fim de promover a reflexão de crianças, adolescentes e jovens sobre o sentido da própria vida e sobre como alcançar a felicidade através da Fé.

Artigos Relacionados