Escola Sócio Desportiva “Salesianos do Mindelo” abre oferta a escolas da ilha de São Vicente

Em janeiro de 2022 deu-se início à 9.ª edição da Escola Sócio Desportiva “Salesianos do Mindelo”. Promovida pela Escola Salesiana de Artes e Ofícios, esta está a ser a primeira edição fora de portas já que, pela primeira vez, se incluem participantes de outras escolas da ilha de São Vicente.

A proposta foi feita às escolas Arnaldo José de Medina, Semião Agostinho Lopes e Humberto Duarte da Fonseca, cujos diretores aceitaram com entusiasmo a proposta de colaborar com os Salesianos. O trabalho está a ser desenvolvido com alunos do 4.º ao 6.º ano de escolaridade, com idades dos 9 aos 14 anos.

A Escola Sócio Desportiva divide-se em duas vertentes como indicado pelo nome. Por um lado, a vertente desportiva com três treinadores qualificados que desenvolvem com estes alunos treinos de Basquetebol e Futebol; por outro, a vertente social com um grupo de professores voluntários e outros colaboradores que garantem semanalmente apoios extracurriculares de Matemática e Língua Portuguesa e ainda uma hora de Formação Cívica em que são abordados temas variados desde a cultura cabo-verdiana até temas pastorais e de catequese.

A juntar a este programa semanal, a ESDSM tem também promovido outros eventos como torneios desportivos e uma inspeção médica para todos os participantes. Os objetivos destas iniciativas são despertar nos alunos o espírito de amizade e fraternidade, a responsabilidade e a atenção às questões de saúde e higiene.

A experiência tem sido gratificante tanto para os participantes como para os voluntários e treinadores que os acompanham. Os diretores das escolas parceiras e nas quais se têm desenvolvido as atividades têm demonstrado o seu agrado com a forma profissional, responsável e preocupada como os seus alunos têm sido tratados. Esta tem sido uma excelente oportunidade de pôr em prática e demonstrar o carisma salesiano, dando amor e educação aos jovens, especialmente os mais pobres como D. Bosco sempre idealizou e fez.

Leia também  Cinquenta anos do Desportivo Domingos Sávio: Gratidão e esperança

Há testemunhos de grandes evoluções nos jovens que participam na ESDSM e têm sido várias as ocasiões em que as escolas manifestaram o seu agrado com o aumento de interesse e de capacidades interpessoais dos alunos. Num caso específico houve o exemplo de um aluno cujos professores disseram só agora terem conhecido a sua voz. Esta iniciativa, que conta com a parceria da Fundação Real Madrid e da Província Portuguesa da Sociedade Salesiana, será certamente para continuar e tem ainda muito por onde crescer para poder servir cada vez melhor os jovens de São Vicente. Para já o sentimento é de alegria e realização com o sucesso do projeto.

Artigos Relacionados