fbpx

As palavras de Dom Bosco: Como bálsamo e como fogo

Salesianos > Opinião > As palavras de Dom Bosco: Como bálsamo e como fogo

Mensagem do Reitor-Mor aos leitores do Boletim Salesiano.

Queridos amigos e irmãos da Família Salesiana, ao iniciar o meu novo sexénio partilho convosco aquilo que o meu coração sente. Antes de tudo, agradeço a Deus em cujas mãos amorosas todos nos encontramos e movemos. Deus guiou-nos até este momento.

A emoção é grande. Sinto-me ainda confundido pelo facto de ser sucessor de Dom Bosco, pai e centro de unidade da família salesiana. E, uma vez mais, fico sem palavras ao ler no testamento espiritual de Dom Bosco o que o nosso pai deixou a este propósito: «Antes de partir para a eternidade, devo cumprir para convosco alguns deveres e assim satisfazer um vivo desejo do meu coração (…) Deixo-vos aqui na terra, mas só por pouco tempo (…), e o vosso Reitor morreu, mas será eleito outro que cuidará de vós e da vossa eterna salvação. Escutai-o, amai-o, obedecei-lhe, rezai por ele, como fizestes por mim».

As palavras do nosso amado pai Dom Bosco ecoam na minha mente e no meu coração como bálsamo e como fogo ao mesmo tempo.

Muitos irmãos perguntaram-me como me sinto. A minha resposta foi sempre esta: em grande paz e em grande liberdade. Foi assim que sempre me senti, durante o Capítulo e durante o discernimento.

Valdocco, Itália: O Capítulo Geral 28 realizou-se em Valdocco, Turim, no mesmo local onde Dom Bosco criou o primeiro Oratório, onde viveu e fundou a Congregação

E é com esta paz e liberdade que gravo em mim aquilo que foi dito a respeito das expetativas sobre o Reitor-Mor: procurarei ser um verdadeiro homem de Deus, com forte identidade carismática e pastoral, com largueza de vistas, capaz de um olhar de fé e de esperança para ler a realidade. É meu profundo desejo continuar a ser, por quanto possível, homem capaz de paternidade e de afeto fraterno, de acompanhamento, próximo dos irmãos.

Quero gastar muitas das minhas energias em ser um homem capaz de construir unidade, de envolver e acompanhar, de criar uma visão comum, de colocar lado a lado as diferenças, de construir comunhão em torno de si, de trabalhar em equipa e de delegar.

Eleição: A fotografia da re-eleição do Pe. Ángel Fernández Artime no dia 11 de março de 2020. A eleição ocorreu no primeiro escrutínio e confirmou-o no mandato de Reitor-Mor para o sexénio 2020-2026

Por fim, dirijo o olhar aos jovens. Eles são para nós o “sacramento” do nosso encontro com Deus. Constituem “a sarça ardente” da qual nos aproximamos em nome de Deus. São o lugar sagrado da santificação que Deus nos atribuiu em Dom Bosco.

A presença dos jovens no Capítulo Geral encheu os nossos corações de emoção com a força das suas palavras juvenis. Os jovens pediram-nos que estivéssemos com eles, que não os abandonássemos, entregues ao seu destino. Pediram-nos que lhes quiséssemos bem, que os amássemos, dado que eles nos desejam e nos amam. Pediram-nos que os acompanhássemos no caminho da vida. E pediram-nos que fôssemos homens capazes de lhes falar do amor de Deus para com eles. Não nos pediram estruturas, ou mais construções, nem programas de gestão nem atividades.

Jovens: Pela primeira vez o Capítulo Geral convidou os jovens a participar na reunião. As suas opiniões foram ouvidas na aula magna

Os jovens foram co-fundadores com Dom Bosco, disse o Papa Francisco na sua mensagem ao CG28. É por isso que eles e o rumor das suas vozes – escreve o Santo Padre – são e devem ser a nossa melhor música.

Foi importante viver o CG28 em Valdocco. O próprio Santo Padre nos fala daquela que ele definiu “a opção Valdocco” e que traduzo em sonhos que já se tornaram realidade mas que devem continuar a realizar-se, porque sonho como Dom Bosco que o salesiano do século XXI seja um homem cheio de esperança, apaixonado por Jesus Cristo. Sonho uma Família Salesiana com o espírito de Valdocco como a construiu Dom Bosco, que viva para e com rapazes e jovens, amando-os verdadeiramente em nome do Senhor. Se assim for, a Mãe Auxiliadora continuará a fazer tudo nesta Congregação e nesta Família Salesiana. E a todos vós, com afeto, repito as palavras do Papa Francisco: Sonhai e sonhai em grande. Sonhai e fazei sonhar.

Com o Reitor-Mor: O Provincial, Pe. José Aníbal Mendonça, o Delegado ao Capítulo, Pe. Juan Freitas, e o Pe. Tarcizio Morais, que integra o Dicastério da Pastoral Juvenil, e coordenou o grupo de tradutores que acompanhou o CG28

Publicado no Boletim Salesiano n.º 580 de Maio/Junho de 2020

Próximos eventos

  1. Verão MJS 2020

    20 Julho - 24 Julho

Artigos Relacionados