ONU, Nova Iorque: Crianças em movimento, debate na ONU sobre migrações e tráfico de menores

No dia 25 de setembro de 2017, na sede da Organização das Nações Unidas em Nova Iorque, realizou-se uma mesa-redonda sobre o tema das migrações e do tráfico de menores, moderada pelo sacerdote salesiano Pe. Tom Brennan. Os Salesianos são uma das organizações humanitárias que advoga os direitos das crianças junto da ONU e foram um dos promotores do encontro.

No âmbito do Programa Global sobre Migrações, da revisão do Plano Global de Ação para Combater o Tráfico de Seres Humanos, e dentro da agenda mais alargada para o “Desenvolvimento Sustentável 2030”, um grupo de especialistas enfrentou a complexa natureza do tráfico de menores. Os relatores expuseram as vulnerabilidades dos menores, – migrantes desacompanhados, mas também crianças e jovens sem-abrigo –, ao tráfico para exploração laboral e sexual, e indicaram estratégias de prevenção destas novas formas de escravidão. Alguns pontos essenciais abordados nas várias apresentações foram a necessidade de proteger os direitos humanos dos menores migrantes, avaliar os programas de prevenção e de assistência às vítimas, combater a pobreza como principal motor para as migrações e para o tráfico de seres humanos, reconhecendo a especial vulnerabilidade dos mais novos durante as crises humanitárias e as catástrofes naturais. Foi ainda tratada a realidade ainda pouco conhecida e pouco reportada da exploração sexual de menores migrantes.

O painel de sete membros incluiu os embaixadores do Chipre e da Guatemala na ONU, promotoras do encontro, dois funcionários da ONU, um Professor de Harvard, uma religiosa e um elemento da “Covenant House”, instituição de acolhimento de crianças e jovens sem-abrigo dos Estados Unidos da América. A iniciativa foi promovida pelo gabinete da ONU para as Drogas e o Crime, pela Arquidiocese Grego-Ortodoxa Americana, pela ONG “Mercy International”, pela Rede Internacional Scalabriniana sobre Migrações, pela Congregação de Nossa Senhora da Caridade do Bom Pastor, pelas duas embaixadas e pelos Salesianos de Dom Bosco.

Leia também  Espanha: Jornadas de Comunicação refletem sobre o papel do comunicador salesiano

Publicado no Boletim Salesiano n.º 565 de Novembro/Dezembro de 2017

Artigos Relacionados