fbpx

Laudato Si’: Um ano para refletir sobre a ecologia integral como novo paradigma da justiça

Salesianos > Notícias > Laudato Si’: Um ano para refletir sobre a ecologia integral como novo paradigma da justiça

Foi há cinco anos que o Papa Francisco publicou a Encíclica Laudato Si’, sobre o cuidado da Casa comum, a segunda do seu pontificado. O nome invoca o cântico de São Francisco Assis «LAUDATO SI’, mi’ Signore – Louvado sejas, meu Senhor», um cântico que nos recorda «que a nossa casa comum se pode comparar ora a uma irmã, com quem partilhamos a existência, ora a uma boa mãe, que nos acolhe nos seus braços».

Para assinalar a data foi promovida a Semana Laudato Si’, de 16 a 24 de maio, com diversas iniciativas de oração e reflexão em Portugal e no mundo, e o convite do Papa Francisco a um ano especial, que teve início no domingo, 24, “para refletir à luz desse documento” sobre como nos devemos tornar “mais conscientes do cuidado e proteção da nossa Casa comum, bem como dos nossos irmãos e irmãs mais frágeis e descartados da sociedade”.

A Encíclica é um texto longo e detalhado que obriga a refletir sobre todos os aspetos que se interligam: ambientais, económicos, sociais, éticos, políticos e o religioso. «Na tradição judaico-cristã, dizer “criação” é mais do que dizer natureza, porque tem a ver com um projeto do amor de Deus, onde cada criatura tem um valor e um significado. A natureza entende-se habitualmente como um sistema que se analisa, compreende e gere, mas a criação só se pode conceber como um dom que vem das mãos abertas do Pai de todos, como uma realidade iluminada pelo amor que nos chama a uma comunhão universal».

Face à “deterioração global do ambiente”, o Papa defende uma ecologia integral que se torna um novo paradigma de justiça, em que a sustentabilidade do planeta, a equidade para com os pobres, o compromisso com a sociedade, são inseparáveis. O Ano Especial dedicado à Laudato Si’ será promovido pelo Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral, será marcado por vários encontros sobre o tema da “ecologia integral” e tem como objetivo propor um compromisso público comum com a “sustentabilidade total” a ser alcançada nos próximos sete anos.

Publicado no Boletim Salesiano n.º 581 de Julho/Agosto de 2020

Artigos Relacionados