Jovens salesianos renovam votos

Jovens salesianos renovam votos

No dia 1 de fevereiro na Igreja de Nossa Senhora Auxiliadora, em Lisboa, três jovens salesianos do Teologado fizeram a renovação dos votos da primeira profissão religiosa.

A cerimónia decorreu durante a Eucaristia presidida pelo Provincial, Pe. Tarcízio Morais, e concelebrada pelo diretor da comunidade de Lisboa, Pe. David Teixeira, pelo coordenador do Teologado, Pe. Artur Pereira, pelo administrador, Pe. João Ramos.

Jovens salesianos renovam votos

Carneto Tomé, António Navio e Evaristo Jariosse, três salesianos da Visitadoria Maria Auxiliadora de Moçambique, renovaram os seus votos temporários em vista da Profissão Perpétua. Testemunharam o ato, o Pe. João Ramos e o secretário provincial, José Armando Gomes.

A renovação foi precedida por um retiro de preparação. Pela manhã, os três jovens em formação no Teologado puderam encontrar um tempo e um espaço favoráveis aos exercícios espirituais na quinta das irmãs Doroteias, em Sintra, nos arredores da cidade de Lisboa.

Durante a reflexão, meditaram sobre a Experiência de Deus e Carisma Salesiano, especialmente das dimensões que compõe a Vida Religiosa Salesiana.

Retiro de preparação: um tempo e um espaço favoráveis aos exercícios espirituais

A experiência de Deus na missão salesiana: o salesiano é chamado a estar com o Senhor, aprendendo, recebendo o essencial do próprio mestre, para, posteriormente, movido pela caridade do Bom Pastor, amar os jovens, preferencialmente pobres, abandonados e em risco. A missão salesiana nasce da própria iniciativa de Deus, Dom Bosco tornou-a realidade. E deve continuar viva e acesa nos dias de hoje com os seus filhos, Salesianos, que, estando no meio desta juventude, compreendem e reacendem a consciente motivação da sua consagração na Igreja.

A experiência de Deus e a vida comunitária. Refletindo sobre os desafios da vida comunitária, percebe-se, em primeiro lugar, o sentido divino deste viver em comunidade, ou seja, é Deus que nos congrega para o amarmos a Ele.

Leia também  Homenagem ao Carisma salesiano na ONU

A experiência de Deus e conselhos evangélicos. Os conselhos são dons que Deus dá a quem os pede com reta consciência e o esforço diário de fidelidade a Ele mesmo.

Viver obediente a Deus, à sua Palavra, para que a sua vontade se realize.

Viver pobre pelas causas do Reino exige Renúncia, imitando o Filho de Deus, rico que se fez pobre, etc. Percebemos a desonestidade e opacidade na gestão e na administração dos bens temporários destinados à Missão.

Viver casto como sinal do amor preferencial a Deus, aos irmãos e aos destinatários da nossa missão. É um viver de coração indiviso, confiante na Providência, e exige o despertar da consciência.

A experiência de Deus e a oração salesiana. Indispensável ao ser e viver diário como cristãos e religiosos salesianos, educadores e pastores, a necessidade da oração de cada um, como consagrados.

A experiência de Deus e a formação permanente. A necessidade da humildade, da docilidade, da abertura a Deus; a necessidade da direção espiritual, da confissão e do colóquio com o Diretor para iluminar e qualificar a resposta vocacional ao Senhor da vida.

Artigos Relacionados