Filhos de um sonhador

Os “sonhos” são, na vida de Dom Bosco, o Santo dos jovens e fundador dos Salesianos, um elemento enigmático. Ao longo da sua vida, Dom Bosco narrou aos jovens do Oratório, 159 sonhos que foram verdadeiras revelações que guiaram e moldaram a trajetória dos Salesianos ao longo do tempo.

Toda a vida de Dom Bosco foi um grande “sonho”, em favor dos jovens, em especial dos mais necessitados. Desde muito novo, Dom Bosco percebeu qual era a sua grande missão: ajudar os rapazes, aqueles que viviam nas ruas de Turim, a serem “bons cristãos e honestos cidadãos”.

Empenhado em levar a “bom porto” a sua missão, Dom Bosco ofereceu àqueles rapazes um lar, uma escola, educação, muito afeto e uma mãe! Dom Bosco partilhou, também, com eles o seu grande sonho: construir um futuro digno para todos os rapazes.

Os sonhos de Dom Bosco não se trataram de simples episódios noturnos, mas, sim, revelações que o guiaram ao longo de toda a sua vida. Cada mensagem, carregava consigo a essência da missão salesiana e a visão de um futuro onde a educação, o amor e a espiritualidade seriam as âncoras para a transformação da vida dos jovens.

Ao interpretar os seus sonhos, Dom Bosco tornou-se arquiteto de uma abordagem pedagógica que viria a ser reconhecida e admirada, em todo o mundo – o Sistema Preventivo.

Os sonhos que indicam o caminho

De entre os seus muitos sonhos, é possível destacar dois que são, verdadeiramente, especiais: o “Sonho dos 9 anos” e a “Carta de Roma”. O primeiro – cujo bicentenário estamos a celebrar – aconteceu na infância do Santo e é o prólogo que abre a vida de Dom Bosco. O segundo, assim denominado porque foi narrado numa carta escrita em Roma, é um resumo da existência de Dom Bosco. De referir que entre um e outro passaram 60 anos.

Leia também  Boletim Salesiano de Itália tem novo site

Percorridos por elementos comuns, os sonhos apresentam-se ordenados, lógicos e com finalidade. Não são compostos por imagens confusas ou oníricas, têm, sim, um desenvolvimento lógico e estruturado, que oferece sempre uma mensagem. Narrados na intimidade são património familiar e secreto que é partilhado.

Os sonhos de Dom Bosco foram, também uma estrela-guia para a Congregação Salesiana, que entendeu que deveria continuar a missão de oferecer, aos jovens, uma educação baseada na compreensão, na confiança e no amor incondicional. Cada salesiano, inspirado por essas visões, torna-se um guardião do legado de Dom Bosco, trabalhando, incansavelmente, para criar um ambiente onde os sonhos dos jovens possam florescer.

Os sonhos de Dom Bosco não são, apenas, uma parte da história salesiana, são a essência que permeia cada aula, cada interação e cada projeto. Eles continuam a ser uma fonte de inspiração, um farol que guia os Salesianos na sua nobre missão de educar, amar e transformar vidas.

Obrigado, Dom Bosco!

Artigos Relacionados