Celebrações pascais nas paróquias salesianas

Em conformidade com as orientações emanadas pela Conferência Episcopal Portuguesa, as celebrações pascais nas paróquias salesianas foram simples mas vividas com intensidade pelos paroquianos.

No Funchal, a Paróquia de Fátima valorizou a Festa da Luz como símbolo do Senhor Ressuscitado.

Foi pedido aos fiéis a participação trazendo uma vela a ser acesa no círio Pascal durante a cerimónia. A luz benzida retornou às casas para acender nos momentos importantes ao longo do ano.

Em Mogofores, os fiéis celebraram presencialmente a Semana Santa completa. A paróquia optou por transmitir também pela internet todas as celebrações, o Domingo de Ramos, a missa da Ceia do Senhor na Quinta-feira Santa, a proclamação da Paixão e adoração da Cruz e a Via-sacra estática na tarde de Sexta-feira Santa, vigília pascal completa dentro do Santuário de Nossa Senhora Auxiliadora e a Eucaristia de Domingo de Páscoa.

Os dias do Tríduo Pascal, na vida de uma comunidade paroquial, são sempre marcantes pela beleza das celebrações e pelo renovar-se do testemunho comunitário da centralidade de Cristo Vivo. Na Paróquia de Santo Condestável, em Lisboa, estes dias foram vividos com serenidade e muita alegria. Todas as celebrações foram muito participadas – tendo sempre em conta as medidas de segurança necessárias – e vividas com muita intensidade. Desde as celebrações próprias de cada dia até à Liturgia das Horas vivida cada manhã, o povo de Deus reuniu-se para celebrar os mistérios centrais da sua fé. A comunidade alegrou-se também com o Batismo de duas novas cristãs que, depois de adequada preparação, disseram o seu “sim” a Deus na igreja. 

Nas sete paróquias da zona pastoral da paróquia de S. João Bosco de Mirandela viveram-se os dias da Semana Santa e do Domingo de Páscoa. Na Quinta-feira Santa os padres João de Brito e José Carlos Patrão deslocaram-se a Bragança para, na Catedral, concelebrarem com o bispo diocesano, D. José Cordeiro, na Missa Crismal, que marca a união e fraternidade sacerdotal com o Bispo diocesano e os Presbíteros da Diocese, bem como a bênção dos Santos Óleos para a celebração dos diversos Sacramentos.

Leia também  Imagem de Nossa Senhora de Fátima percorreu ruas da paróquia

Na Sexta-feira Santa foram celebradas as cerimónias da «Paixão do Senhor». À noite foi celebrada a «Via Sacra» no adro da igreja, presidida pelo pároco e transmitida para toda a paróquia e zona pastoral pela Internet. As 14 «estações» foram organizadas pelo grupo de Jovens e algumas famílias da paróquia com diversos símbolos alusivos aos sofrimentos e morte de Jesus Cristo.

No Domingo de Páscoa, depois da Eucaristia nas várias paróquias e mesmo sem as visitas pascais, os acólitos recolheram à igreja soando as sinetas em sinal de festa e alegria.

Em Setúbal, a comunidade salesiana pôde pela primeira vez celebrar a Páscoa com a comunidade cristã, tendo os fiéis participado em bom número, entre eles alguns jovens. As celebrações foram muito harmoniosas, num ambiente de muita paz e de beleza.

Artigos Relacionados