fbpx
Salesianos > Dossiers > Desafia-te > Desafia-te a sonhar!

“Sonhar” traz consigo de imediato dois significados praticamente opostos.

Um menos positivo, identificado com a ilusão e o irrealismo que expressa a atitude de viver fora do razoável e do não concretizável. Um outro mais positivo, relaciona o sonhar com a capacidade de assumir uma orientação para a própria vida, contextualizada num melhoramento da realidade circundante.

Assumindo como mais correto este último, sonhar é a condição de quem não está satisfeito com o que tem e o que vive, mas que se sente chamado a construir uma realidade diferente. Sonhar é a atitude própria de quem não está instalado e que assume uma atitude projectual para a própria vida. Sonhar é viver a vida como vocação enquanto projeto de amor a realizar. Sonhar é aceitar a tenção criativa e aventurar-se em “mares nunca antes navegados”. Sonhar é crescer, é desenvolver, é fazer frutificar. Sonhar implica uma atitude de saída da própria zona de conforto para se aventurar em caminhos e aprendizagens nem sempre definidas e muito menos controladas. Sonhar é assumir a vida mas próprias mãos, sem que outros ditem aquilo que eu devo fazer e construir. Sonhar é não só projetar o que se quer, mas também aquilo que não se quer. Sonhar é ter objetivos e trabalhar no sentido de os atingir. Sonhar é a atitude de quem confia nas próprias capacidades e acreditar que pode fazer a diferença.

Só os insatisfeitos e os otimistas sonham. De entre estes, não podemos esquecer os santos. Os santos são aqueles que não se contentam com a realidade mas que sonham uma realidade nova, uma realidade mais coerente com o projeto de Deus para aquele momento histórico. De D. Bosco diz-se que foi um grande sonhador. Não se contentava com a realidade que viviam os jovens de Turim mas acreditava que Deus os amava profundamente e que os queria ver felizes, acreditava que ele, com a ajuda da Santíssima Virgem, poderia marcar a diferença. D. Bosco não só sonhava, mas “vivia como se visse o invisível”.

O sonho comanda a vida, diz o poeta António Gedeão. Se um jovem não sonha não é um verdadeiro jovem porque é nesta idade que se definem os caminhos de realização que é convidado a assumir e trilhar. Por isso, desafia-te a sonhar. Sonhar, mas com realismo; sonhar mas não sozinho; sonhar mas não qualquer coisa; sonha mas coloca nele alma e coração; sonha mas fá-lo em atitude de oração para que possas sonhar os projetos de felicidades que Deus primeiramente sonhou para ti; sonha mas com uma vontade firme de colocar todas as tuas energias e capacidades para que o sonhado se torne realidade. Desafia-te a sonhar, porque sonhar é já começar a viver.

Próximos eventos

  1. Verão MJS 2020

    20 Julho - 24 Julho

Artigos Relacionados