A responsabilidade de comunicar no continente digital

O mundo digital, um moderno Areópago, é um campo de ação que não pode ser negligenciado pelo apostolado salesiano. Ao mesmo tempo, deve ser tratado com consciência e responsabilidade, assumindo os traços próprios da salesianidade, entre os quais, por exemplo, a capacidade de fazer da comunicação uma verdadeira relação humanizadora. O Conselheiro Geral para a Comunicação Social, Pe. Gildásio Mendes dos Santos, aborda o assunto num texto publicado pela Agência ANS.

Queridos amigos e amigas!

Com um click entramos no universo da internet: um continente povoado hoje com cerca de 4.8 mil milhões de utilizadores, de acordo com os dados estatísticos recentes sobre o crescimento da internet no mundo.

Fazemos parte deste continente digital! Um continente formado por pessoas de todas as culturas, raças e múltiplas denominações religiosas e tendências políticas.

Navegar neste continente digital, onde todos estamos interligados, exige muita atenção e responsabilidade.

Somos responsáveis por tudo aquilo que escrevemos e “postamos” na internet e nas redes sociais. Com uma lista de endereços de emails ou números de smartphones de pessoas nas redes sociais, temos virtualmente o virtual de fazer chegar a centenas e milhares de pessoas aquilo que escrevemos e partilhamos.

Quando escrevemos algo em nosso nome pessoal, somos responsáveis por aquilo que publicamos diante de todos.  

Comunicar virtualmente exige o constante cuidado com a nossa privacidade, segurança e autoridade.

Quando comunicamos e partilhamos informações em nome das instituições que representamos, devemos estar sempre atentos para transmitir os valores e a missão da instituição, assim como zelar pela imagem, credibilidade e transparência da instituição.

O continente digital é um ecossistema social e cultural. Oferece-nos grandes oportunidades para estarmos interligados com as pessoas e ter acesso ao mundo da cultura, da economia, da política, da educação e da religião.

Leia também  “A Harpa do meu louvor”

O continente digital interpela-nos hoje para sermos comunicadores dos valores da vida, da verdade e da esperança.

O mundo digital desafia-nos a vivenciarmos relações humanizadoras e solidárias para a construção da fraternidade humana entre todos os povos e nações.

Um modo de exprimir a nossa responsabilidade ética é promover a solidariedade digital. Isto significa que  temos a missão de trabalhar para a inclusão digital, para que todas as pessoas tenham o direito de comunicar, de utilizar os meios de comunicação para a sua formação, o seu acesso ao mundo do conhecimento, do trabalho, das relações humanas do seu grupo e da sua comunidade.

A ética no mundo digital e nas redes sociais é fundamental para assegurarmos, a nós e aos nossos destinatários, uma comunicação que educa para o sentido da vida, para o compromisso com a pessoa humana e a sociedade.

Toda comunicação é relação com o outro. Comunicar no ambiente digital com responsabilidade é expressar a  nossa humanidade e as nossas raízes culturais, é vivenciar os rituais ordinários da vida diária, é assumir o compromisso com a realidade ao nosso redor, é criar comunhão, servir os outros, viver a gratuidade e cuidar da Criação.

Somos responsáveis como educadores e evangelizadores dos jovens para estarmos presentes neste continente com criatividade e identidade salesiana.

Neste novo areópago, habitamos e construimos relações de comunicadores pastores dos jovens com espírito de gratuidade e disponibilidade pastoral.

Na Proposta Programática da Congregação Salesiana, o Reitor-Mor, Pe. Ángel Fernández Artime, apresenta muito bem a importância de estarmos presentes neste continente com estilo salesiano.

“A presença toca hoje também o mundo digital, um novo verdadeiro areópago para nós, um habitat dos jovens de hoje. Também aqui, devemos estar presentes, com uma clara identidade salesiana, com o desejo de levar o anúncio da boa-nova, e simplesmente com a alegria e a sensibilidade dos discípulos do Senhor”.

Leia também  Homenagem a D. Bosco, problemática vocacional, parte 3

Inspirados no nosso pai Dom Bosco, caminhamos com os tempos! E o mundo digital interpela-nos e convida-nos a sermos criativos e inovadores para estarmos presentes no novo habitat dos jovens. 

Eis um dom e uma responsabilidade para todos nós, salesianos educadores comunicadores!

Com afeto fraterno e minhas orações!

Gildásio Mendes dos Santos, SDB

Conselheiro para a Comunicação Social

Artigos Relacionados