fbpx

Natal: Força de amor

Salesianos > Notícias > Natal: Força de amor
Pe. José Aníbal Pinto Milhais Mendonça, Provincial dos Salesianos de Portugal | nov 01, 2018
Editorial do Boletim Salesiano n.º 571 de Novembro/Dezembro de 2018

O mês de dezembro toca-nos dentro fortemente, com uma nostalgia boa, projetando-nos para o regaço familiar e para a simpatia do encontro com os demais. Eleva o nosso espírito com pensamentos mais positivos, recupera-nos da rotina das nossas preocupações e reaviva a nossa esperança com a ousadia de sonhar com mais e melhor. É a energia do NATAL!

Uma força de amor que tem rosto e nome: JESUS! Aquele que Deus Pai nos enviou, habitando-nos com a sua graça, escolhendo-nos e acompanhando-nos desde sempre. Contemplemos, portanto, a iniciativa de Deus, que se antecipa ao nosso desejo e merecimento e nos concede desde logo tudo o que necessitamos. Pois, se nos habituarmos a saborear esse amor original e previdente, despertamos para uma comunhão inaudita. “Quer que O ame, porque me perdoou, não digo muito, mas tudo. Não esperou que eu O amasse muito como Santa Madalena, mas quis que eu soubesse como me tinha amado com um amor de inefável previdência, para que agora O ame loucamente!” (Santa Teresinha, Ms A, 38v).

Neste mês, vamos entrar em Capítulo Provincial, que é um momento especial de reflexão e partilha, juntando à mesma mesa salesianos, leigos e jovens. O mote é dado pelo Reitor-Mor, Pe. Ángel Fernández Artime, que alerta os Salesianos de todo o mundo para que “cuidemos o nosso coração salesiano, que vibra perante a realidade dos nossos jovens, que sonha e espera sempre o melhor para eles, que quer partilhar o seu modo de viver”.

“Não podemos esquecer que quem dá plenitude à nossa vida, quem de verdade nos ‘salva’ salesianamente, quem nos modela vocacionalmente são as crianças, os adolescentes e os jovens do mundo para os quais o Senhor nos chama e aos quais nos envia. Não salvará nem fortalecerá a nossa vocação aquilo que nos mantém longe dos jovens. Não nos tornará mais salesianos ao estilo de Dom Bosco apenas a administração e gestão de programas e projetos. Só eles, os jovens, tornarão o nosso coração cada vez mais salesiano; tal como aconteceu com os jovens de Dom Bosco, os quais, com a graça de Deus, lhe permitiram viver dando-se até ao último suspiro a cada um deles.”

Desejo um Natal de feliz bondade e autenticidade para todos, na contemplação de Jesus, surpreendente amor divino! 

Publicado no Boletim Salesiano n.º 571 de Novembro/Dezembro de 2018