Mogofores, Santuário de Nossa Senhora Auxiliadora: peregrinos celebram devoção à Virgem de Dom Bosco

A 30.ª Peregrinação da Família Salesiana ao Santuário Nacional de Nossa Senhora Auxiliadora mostrou que este Santuário deve ser sempre uma referência espiritual para a Família Salesiana e para os devotos de Nossa Senhora.

O dia 23 de outubro acordou chuvoso. Preparado para acolher todos os que viessem, o Santuário Nacional da Família Salesiana foi o local onde se fez a apresentação do tema de Formação Salesiana, onde se rezou e onde se celebrou a Eucaristia em homenagem à Virgem de D. Bosco. Apenas dois atos foram ao ar livre: a procissão e a cerimónia de abertura da Porta Santa.

Depois do acolhimento dos peregrinos e da saudação inicial, Maria Rita Scrimieri falou da beata Alexandrina de Balasar e da sua ligação ao Santuário e a Mogofores, dado que teve como seu diretor espiritual o fundador da obra salesiana de Mogofores, Pe. Umberto Pascoal. Após um brevíssimo intervalo, foi apresentado à assembleia o Movimento das Famílias de Nossa Senhora Auxiliadora de Caná, nascido à sombra deste Santuário Salesiano. Este Movimento nasceu quando a família Power, Teresa e Niall e os sete filhos do casal, sentiu o chamamento de Deus a partilhar com outras famílias a sua forma particular de ser Igreja doméstica. Dado que as Famílias de Caná têm raízes salesianas, pois foi por estímulo e ajuda no discernimento do Pároco de então, Pe. José Augusto Fernandes, que o movimento nasceu e também porque está confiado a Nossa Senhora Auxiliadora, que se achou bem um testemunho da fundadora Teresa Power à Família Salesiana presente.

Momento emocionante foi a saída da procissão pelas ruas de Mogofores. Uma valente bátega de chuva se abateu sobre os peregrinos, logo desde as portas do Santuário. Ninguém arredou pé e, rezando e cantando, a procissão seguiu em frente. Uns bons minutos depois a chuva abrandou, permitindo percorrer as ruas indicadas e, embora molhados, os peregrinos regressaram ao Santuário para receber a bênção do SS. Sacramento.

Leia também  Santuário Nacional de Nossa Senhora Auxiliadora em Mogofores tem Centro de Espiritualidade

A abertura da Porta Santa aglomerou os peregrinos no adro do Santuário. Na impossibilidade da presença do senhor Bispo da Diocese, a cerimónia foi presidida pelo Provincial dos Salesianos, delegado para o efeito por D. António Moiteiro.

Em clima de festa e de grande alegria, celebrou-se a Eucaristia, no fim da qual se renovaram as Promessas dos SS. CC. e dos ADMA.

A 30.ª Peregrinação da Família Salesiana ao Santuário Nacional de Nossa Senhora Auxiliadora mostrou que este Santuário deve ser sempre uma referência espiritual para a Família Salesiana e para os devotos de Nossa Senhora. Cabe-nos a todos dá-lo a conhecer ainda mais. É uma joia salesiana que não podemos esquecer. Foi construído para difundir o amor a Nossa Senhora Auxiliadora e cabe a todos os que A amam fazer com que este seja o Santuário Nacional Salesiano onde cresce e se difunde a devoção à Virgem de Dom Bosco. 

Originalmente publicado no Boletim Salesiano n.º 560 de Janeiro/Fevereiro de 2017

Artigos Relacionados