fbpx

Dois salesianos entre os novos cardeais que o Papa criará

Salesianos > Notícias > Dois salesianos entre os novos cardeais que o Papa criará

No decorrer do Angelus de domingo, 4 de janeiro, o Papa Francisco anunciou os nomes dos novos cardeais que criará no Consistório de 14 de fevereiro. “Como já foi anunciado, terei no próximo 14 de fevereiro a alegria de fazer um Consistório, durante o qual nomearei 15 novos cardeais, os quais, provenientes de 14 nações de todos os continentes, manifestam a incindível união entre a Igreja de Roma e as Igrejas Particulares presentes no Mundo”, disse o Papa Francisco.

Entre os novos cardeais estão os salesianos dom Charles Maung Bo, arcebispo de Yangon (Mianmar), e dom Daniel Fernando Sturla, arcebispo de Montevidéu (Uruguai).

“Rezemos pelos novos cardeais, a fim de que, renovando o seu amor a Cristo, sejam testemunhas do seu Evangelho na cidade de Roma e no Mundo, e com a sua experiência pastoral me amparem mais intensamente no meu Serviço Apostólico”, concluiu o Pontífice.

O anúncio de dom Charles Maung Bo representa uma grande notícia para o Mianmar, pela presença da Igreja Católica de mais de 500 anos. Para os salesianos também representa e confirma a importância da presença, que nos anos 80 fazia parte da Inspetoria Salesiana de Calcutá, Índia.

Sobre os salesianos

Dom Charles Maung Bo nasceu em Mohla no dia 29 de outubro de 1948. Foi ordenado sacerdote em 9 de abril de 1976. Foi prefeito apostólico da Prelazia de Lashio por seis anos (1985-1990). De 1990 a 1996 foi bispo da nova diocese de Lashio. Transferido a diocese de Pathein, em 1996,  continuou administrador apostólico da Diocese de Lashio, até 1998, e depois por um ano na Arquidiocese de Mandalay. Em 2003 foi eleito arcebispo de Yangon. 

Atualmente é responsável pela Secretaria do Desenvolvimento humano da FABC (Federation of Asian Bishops’ Conferences), membro da Comissão para os religiosos na FABC e membro do Conselho Pontifício para a Cultura. O arcebispo Charles Bo é o primeiro cardeal do Mianmar.

Dom Daniel Fernando Sturla Berhouet nasceu em 4 de julho de 1959, em Montevidéu. Depois de concluir o bacharelato em Direito Civil, no Instituto Juan XXIII, fez os estudos de Filosofia e Ciências da Educação no Instituto Miguel Rúa, dos Salesianos, em Montevidéu.

Feito o noviciado em 1979 e a primeira profissão religiosa a 31 de janeiro de 1980, foi ordenado sacerdote em 21 de novembro de 1987. Tirou Teologia no então Instituto Teológico do Uruguai Dom Mariano Soler, obtendo a licenciatura em Teologia, em 2006. Como sacerdote desempenhou os seguintes ministérios: vigário do Noviciado e Pós-Noviciado Salesiano, diretor do Aspirantato Salesiano e mestre dos Noviços, diretor do Instituto Pré-Universitário Juan XXIII e professor de Historia da Igreja.
No dia 28 de outubro de 2008 foi criado inspetor Salesiano do Uruguai e, pouco depois, eleito presidente da Conferência dos Religiosos, também do Uruguai. Em 10 de dezembro 2011 foi nomeado por Bento XVI bispo titular de Felbes e auxiliar de Montevidéu. Em 11 de fevereiro de 2014, Papa Francisco o promoveu arcebispo Metropolita de Montevidéu (Uruguai). Dentro da Conferência Episcopal do Uruguai, desempenhou os encargos de responsável pelo Departamento das Missões e dos Leigos.

Artigos Relacionados